As turmas do 3º ano do Ensino Fundamental, da Unidade de Vitória, participaram de mais um momento de formação e de conscientização do projeto Monitores do Trânsito. O tema abordado foi “Primeiros Socorros”, ministrado pelo Policial Rodoviário Federal Anselmo Antonio Blom Margotto, pai da aluna Alice Margotto.

Durante a palestra, as crianças puderam participar de uma conversa e de demonstrações práticas de atendimento em Primeiros Socorros. As informações apresentadas destacaram as atitudes importantes e muito valiosas para a formação dos nossos alunos, enquanto sujeito em ação num futuro bem próximo.

Depoimento do Policial e Instrutor Anselmo Antonio Blom Margotto:

“Obrigado pela oportunidade. Espero ter contribuído com o aprendizado dos alunos do Darwin e mais ainda, que eles possam ter a atitude de agir, contribuindo com o bem-estar social.

Mostramos alguns dos vários equipamentos utilizados por um Policial Rodoviário Federal, na sua missão institucional e o emprego destinado aos mesmos, muitas perguntas e curiosidades que não tinham fim, tamanha a empolgação. Dentre os equipamentos mostrados estão as algemas, a taser (dispositivo eletrônico de choque), a tesoura de ponta romba, o canivete, as luvas, o rádio, entre outros.

Buscando o entendimento do que cada faixa etária é capaz de assimilar, e tenha meios para resolver os problemas propostos, resolvemos apresentar o tema de “Obstrução de vias aéreas”. Iniciamos falando dos sinais apresentados pela pessoa engasgada ( não fala, não tosse, fica agitada, angustiada, com a pele pálida e, posteriormente, cianótica, com ausência de movimentos respiratórios), buscando proporcionar ao alunos clareza sobre o assunto e que eles sejam capazes de identificar uma obstrução de via aérea.

A partir daí, tínhamos que fornecer a técnica necessária na resolução do problema identificado: a técnica da manobra de Heimilich (compressão subdiafragmática) para garantir a permeabilidade da vias aéreas em casos de engasgamento de crianças e de adultos e as variações de sobrepeso em gestantes, a diferença de altura entre a vítima e o atendente.

Quando os alunos estavam dominando os sinais e conheciam a técnica, buscamos estimular o pensamento crítico e a responsabilidade social no dever de agir e refletir sobre o quão importante é a ação de salvar uma vida”.

[nggallery id=283]

Conheça as escolas
mais próximas a você!

ver unidades