As turmas do 3º ano do Ensino Fundamental da Unidade de Vitória receberam a visita da Polícia Rodoviária Federal, no mês de setembro, representada pelo policial Anselmo Margotto, pai de nossa aluna Alice Margotto, do 5º ano, como parte do Projeto “Monitores de Trânsito”.

Os alunos tiveram a oportunidade de conhecer a importância dos Primeiros Socorros em casos de acidentes, porque qualquer pessoa pode eventualmente passar por situações de emergência por motivos de lesões, de acidentes ou de condições de saúde, seja em casa, seja no trabalho seja no trânsito. É nesse momento que entra a importância de ter certo conhecimento de Primeiros Socorros. Porém, é importante saber como proceder antes de querer ajudar alguém, para não piorar a situação.

A seguir, segue o depoimento do policial:

“Venho agradecer e declarar o imenso orgulho de desfrutar da confiança a mim empenhada por poder contribuir, mais uma vez, para este grandioso Projeto desenvolvido pela equipe do 3º ano. 

Aos diretores e aos dirigentes que, por vezes, têm que compartilhar a decisão com seu corpo técnico, meu agradecimento por permitir à professora Josélia que renovasse o convite, possibilitando à Polícia Rodoviária Federal participar do evento e se aproximar de seus pequenos aprendizes.

Mostrar alguns dos vários equipamentos utilizados por um Policial Rodoviário Federal, na sua missão institucional, e o emprego deles aguçou muitas perguntas e curiosidades que não tinham fim, tamanha a empolgação com algemas, taser (dispositivo eletrônico de choque), tesoura de ponta romba, canivete, luvas, rádio etc. Manter-se no tema foi, sem dúvida, o maior desafio, “Obstrução de vias aéreas”.

Iniciamos falando dos sinais apresentados pela pessoa engasgada (não fala, não tosse, fica agitada, angustiada, com a pele pálida e posteriormente cianótica, com ausência de movimentos respiratórios), tornando os alunos capazes identificar uma obstrução de via aérea. A partir daí, tínhamos que fornecer a técnica necessária à resolução do problema identificado, a técnica da manobra de Heimilich (compressão sub diafragmática) para garantir a permeabilidade das vias aéreas em casos de engasgamento de crianças e de adultos e as variações, no caso de: sobrepeso, gestantes e diferença de altura entre vítima e atendente.  A missão de educar não finda com uma aula, mas todos os dias acrescentamos um abraço no amor, um acalento na dor, uma contenção ao temor, a fim de que nossa trilha se torne mais clara diante do conhecimento, mais rápida quando conhecemos o trajeto e heroica quando agimos em prol do próximo. Perseveremos no agir e não deixemos que nossas crianças se acovardem na omissão. Muito obrigado.”  Anselmo Margotto.

Por meio do Projeto Monitores de Trânsito, esperamos formar cidadãos mais conscientes e preparados para enfrentar a vida e o trânsito. A iniciativa tem por objetivo contribuir para a construção de valores, como o respeito ao próximo para a proteção da vida, que é o nosso bem maior.[nggallery id=486]

Conheça as escolas
mais próximas a você!

ver unidades